Ventræ

Ventræ é um mundo vivo.
Um ser colossal, de dimensões incompreensíveis para qualquer intelecto racional. Mas, esse é um segredo que só será descoberto na Terceira Era.

Ventre_-_628.jpg

Atualmente, no final da Primeira Era, onde se passa a aventura, Ventræ é apenas um enorme continente, de onde não há como sair.
À oeste, um descomunal arquipélago inviabiliza a navegação no Mar Ilhas, enquanto a leste, a Peste do Forasteiro assola qualquer um que tente cruzar o vasto Mar Naval.
No norte, rumores de um antigo e louco sentinela impedem que os aventureiros mais corajosos sigam seu caminho e ao sul a vastidão do Great Desert assola àqueles que tentem desvendar o que exista logo abaixo.

A magia em Ventræ não existe. Ou pelo menos não publicamente. Sempre há boatos sobre uma bruxa na flores, ou um camponês com poderes estranhos… O que se sabe é que em Ventræ não há como canalizar o poder mágico para fins pessoais. Ou só falta alguém descobrir como se faz!

Confinados nesse continente há basicamente quatro raças racionais:
Humanos, Elfos, Anões e Halflings.

Além dessas raças, existem todos os animais possíveis de imaginar, cada um vivendo em seu habitat característico.

Porém, nenhum monstro.

Nenhum deus.

Do pouco que se sabe sobre esse mundo é que nenhuma das raças são nativas de Ventræ, elas de alguma forma foram trazidas para lá e nunca conseguiram sair. Sem magia e longe dos ouvidos de seus deuses, eles acabaram desenvolvendo novos modos de vida e muitos ainda contam histórias de seus antepassados, em outros mundos, onde a magia fluía como os rios e os deus eram tão presentes e influentes como os reis.

Índice

Raças:

Geografia:

Política:

Classes:

Ventræ